• Seva Corps

AS ABELHAS E AS PLANTAS MEDICINAIS





As abelhas polinizam quase três quartos das plantas produtoras de alimentos e medicamentos em todo o mundo. Através da polinização, cerca de 80% das plantas existentes no planeta se reproduzem. Isso significa que esse trabalho é responsável por uma em cada três porções de comida e medicamento que cada um de nós consome diariamente.


A abelha é um inseto de grande importância ambiental e elas afetam a vida humana cotidianamente, mas poucas pessoas se dão conta de seu valor. Além de nós, seres humanos, as 20 mil espécies de abelhas espalhadas pelo mundo sustentam inúmeras espécies de aves e mamíferos que se alimentam e se curam através do consumo de plantas medicinais, frutas e sementes.


As plantas desenvolveram estratégias de “construir” cores e aromas às suas flores com o objetivo de seduzir as abelhas e outros insetos polinizadores, buscando garantir a perpetuação de suas espécies. O pouso das abelhas de flor em flor é essencial para que ocorra a combinação do material genético de uma planta com outra. Ao lamber o nectário das flores, as abelhas levam o pólen nos pelos do seu corpo e estes pequenos grãos são transportados até outra planta, realizando a fertilização cruzada das plantas. Este processo é tão importante na natureza, que muitas abelhas desenvolveram línguas e sistemas olfativos exclusivos para polinização de plantas específicas, garantindo assim a diversidade genética.


Essa atividade ocorre de forma invisível aos olhos humanos, e a oferta de mel e pólen é um modo das plantas recompensarem às abelhas por este trabalho de polinização. Essa ação integrada na grande sinfonia da vida, gera uma variedade genética imensa, tornando as plantas mais resistentes ao ataque de insetos, pragas e doenças.


Consequentemente, a polinização cruzada é essencial para maior estímulo do metabolismo secundário das plantas. Mas o que representa este metabolismo para o reino vegetal? Ele está diretamente ligado às defesas que a planta desenvolve em relação ao ambiente. As moléculas sintetizadas nessa rota metabólica são chamadas de princípios ativos, substâncias essas que nós utilizamos na prática medicinal.


Abelhas são insetos extremamente sensíveis a mudanças de temperatura e do ambiente, fazendo delas indicadores da saúde do planeta. Se elas simplesmente desaparecessem de um dia para o outro é bem provável que haveria um colapso em pouquíssimo tempo. Preservar o meio ambiente é fundamental para preservar as abelhas e elas por sua vez, são essenciais para a preservação do ambiente e da saúde. Trata-se de um círculo de manutenção da vida.


Por isso, preservar as abelhas é preservar a vida e a saúde no planeta.


Por Marcos Guião/Brasil


Imagem focada e próxima a uma abelha pousada em uma flor de haste verde e pétalas amarelas

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo